28 de jun de 2010

Luminárias - o concurso!

Já faz algum tempo eu acompanho direto o blog "Casos e Coisas da Bonfa" da designer Katia Bonfadini. O blog eu acho m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o e a Katia mostra pros leitores sempre as festinhas que ela faz na casa dela, o jeito que ela prepara tudo, apresenta mil idéias super legais pra diversas ocasioes. É aquele tipo de Blog que se percebe que cada post é feito com muito carinho.

Há, acredito que, um mes atrás a Katia lancou um concurso. O concurso era na verdade pra elaborar uma luminária bem diferente: a cúpula feita com papel (ou outros materiais), colocada sobre uma taca de vinho e dentro dela, uma velinha pra emitir luz . Ela deixou a disposicao um molde e os participantes podiam fazer o download e usar a criatividade do jeito que quisessem. Eu achei a idéia super legal e resolvi participar!

Olhem as minhas luminárias aqui:



E aí, voces gostaram??

Entao passem no blog da Katia e votem na minha luminária, que é a de número 14, que eu vou ficar muuuito feliz =)

Se voces quiserem também podem baixar o molde e fazer a luminária de voces! Eu mesma já vou fazer, assim que estiver de férias, algumas pra deixar em uma gaveta e usar de acordo com a ocasiao! Pra dar de presente também acho lindo! Passem aqui que a Katia ensina tudinho!

E pra terem idéias pra customizar a luminária de voces, estao aqui as 54 luminárias que a Katia recebeu por e-mail e que estao participando do concurso.

Beijos e depois eu conto resultado!

22 de jun de 2010

O dia do show

Como eu contei pra voces nesse post aqui, ontem foi o tao esperado show da Tegan and Sara.

Eu fui ontem pra aula, resolvi umas coisinhas na rua e voltei pra casa. Separei minhas roupas, fiz uns sanduíches pra eu e o Stefan comermos rapidinho, aí ele chegou do trabalho, comemos e fomos!

Chegando no local a fila pra entrar tava enorme e dava pra perceber que o grupo que conhece e paga pra ir pra um show delas é bem seleto e composto 85% por mulheres.

No hall de entrada compramos uma cerveja e escutamos o pessoal gritando: alguém estava no palco. Eu, desesperada achando que tinha perdido a entrada delas no palco, puxei o Stefan e fomos correndo procurar nossos lugares (quando comprei o ingresso só tinha lugar vago na área pra sentar).

Mas quem estava tocando nao eram elas e sim a Nova Iorquina Hesta Prynn que até entao, eu nao conhecia. A música, como ela mesmo divulga, é um electro-hi-hop-art-rock. A presenca dela no palco é maravilhosa, ela danca, faz umas poses e conversa muito com o público. O estilo dela é bem diferente do de Tegan and Sara, mas nao é a primeira Tour delas que Hesta Prynn acompanha. Vale a pena dar uma olhadinha no site dela e deixar umas músicas tocarem. O que achei mais o máximo de tudo, foi que no final do show ela estava no Hall de entrada num stand vendendo os CDs dela por 5 €, autografando e conversando com o pessoal. Por isso que amo esses shows alternativos que os cantores de "estrelas" nao tem nada.



Depois comecou o show de Tegan and Sara. O Tour na Europa comecou na Irlanda, passou pra Holanda, Alemanha e está indo pra Bélgica e Reino Unido. De todos os shows na Europa, em Frankfurt foi o único onde os ingressos estavam sold out e o pessoal estava animadíssimo!!!! As meninas também conversaram diversas vezes com o público e tocaram desde as clássicas até a nova música Alligator.



Eu cantei o show inteiro, dancei e aproveitei. O Stefan, tadinho, que nao conhecia uma música, disse que adorou me ver aproveitando o show e disse que ele faz mais o estilo de música da Hesta e nao da Tegan and Sara. Tudo bem, eu respeito!!

Pra voces uns vídeos do Youtube do show de ontem:

Clássicas: Where does the good go + Speak slow (no min. 2 do vídeo ela pede pro público cantar e fala que o sotaque dos alemaes falando ingles é fofo)


A mais nova: Alligator


Elas conversando com o público:


E que venha o próximo show que vou em agosto: U2!!

17 de jun de 2010

Olé, olé, olé, oláááá!

Ai gente eu queria ter escrito esse post ontem, mas por questoes de "time management", ontem foi um dia perdido pra mim.

Como a maioria sabe, o primeiro jogo do Brasil na Copa desse ano foi visto aqui em casa. Nós éramos 11 pessoas: 5 meninas brasileiras e 6 meninos alemaes. Eu comecei os preparativos cedo aqui em casa, saí pro supermercado, pendurei bandeiras onde eu pude e comecei a preparar algumas comilancas.

Minha declaracao de amor ao Brasil até na cozinha!

Fazendo brigadeiro

Ao decorrer da preparacao fui ficando nervosa de realizar que meu Brasil ia jogar logo, logo. Eu nao sou A amante do futebol, mas Copa é uma coisa que eu amo e ainda mais agora, estando longe do meu país, o orgulho e torcida acho que só aumentam.

Por volta das 19h o pessoal comecou a chegar aqui em casa e aí foi só festa....

O comeco de tudo...

Animacao comprometida pelo nervosismo

Até que enfim um gol!!!

Eu confesso que no fim do jogo todos nós estávamos super, mas suuuper tristes. Porque venhamos e convenhamos, o Brasil jogou super mal.... Mas o que importa é que os nossos 3 pontos estao lá e que todos nós temos muita certeza de que o time vai acordar e jogar mais em time mesmo. Porque o que pareceu é que cada um alí tava jogando por sí e nao em espírito de time.

Ligacao de fim de noite pro meu Pai =)

Enquanto isso eu fico aqui em casa estudando igual a uma louca (tenho provas em um mes!) e me preparo pro nosso jogo de domingo, onde vamos fazer um churrascao por aqui em algum lugar que ainda nao sei onde e depois ver o jogo juntos.

ps1: Socorro, a Argentina acabou de golear a Coréia do Sul com 4 x 1. Hilfeeeeeeee!

ps2: viram na foto do brigadeiro que os temperos estao em duas prateleiras de metal? Eu cheguei em casa um dia e o Stefan tinha comprado as duas na loja indiana e já colocado na parede. Ficou fofo, nao?!

14 de jun de 2010

A Copa do Mundo!

Na semana passada recebi aqui em Frankfurt um Tio e uma Tia, acompanhados de dois amigos. A minha quinta e sexta-feira foram completamente reservadas pra levá-los pra conhecerem a cidade, os pontos turísticos e a culinária alema.

Na sexta-feira o meu Tio comentou comigo que nunca esperava que o povo alemao se preparasse tanto pra Copa, como eles se preparam. E é verdade!!! Nesse dia as ruas estavam repletas de teloes, bares com televisoes na calcada e muita, muita gente bebendo cerveja e vendo futebol. E isso porque ainda nao era a Alemanha jogando.

Ontem foi o primeiro jogo em que a Alemanha pisava no campo nessa Copa de 2010 e muito, mas muito espontanemente, vieram dois casais de amigos aqui pra casa pra assistirmos o jogo. Entre diversas bandeiras do Brasil espalhadas aqui em casa, apareceu ontem por aqui um espírito torcedor pela Alemanha que eu mal esperava. E entre gritos, palavroes, arrepios e pulos, a Alemanha derrotou a Austrália de 4 x 0. Foi merecidíssimo!







Eu estou super feliz pela Alemanha, mas amanha, aiiii amanha. Minha camisa oficial já está me esperando, os belisquetes pros amigos já estao sendo organizados e a ansiedade nao pára.

Boa sorte pra nós e seguuuuura coracao!!!!!

7 de jun de 2010

Dias de sol

Uma das coisas que eu acho mais interessantes por aqui é a relacao "estacoes do ano" e "como se comportam as pessoas".

Ter estacoes definidas era pra mim algo totalmente desconhecido. Eu venho de um lugar onde todos os meses do ano sao caracterizados por um calor absurdamente absurdo e um alto índice de umidade. O "inverno" do paraense é marcado por chuvas intensas, seguidas de calor intenso. Quem já foi pro Norte do país, sabe sobre o que eu to falando.

Aqui as estacoes sao super definidas e cada estacao do ano permite com que se facam coisas diferentes. Eu eu acho isso o máximo! O inverno te permite tomar chá, brincar na neve, usar botas e comer igual um louco. A primavera te permite ver as plantinhas brotando, ver tudo florido. O outono nao tem igual com as cores infinitas das folhas caindo no chao.

Mas o que importa é que agora é verao e o verao permite tanta, mas tanta coisa que nao sei nem se eu vou ter tempo de botar em prática todos os meus planos. Nesse verao eu quero fazer churrasco até nao poder mais, eu quero ver o mar, eu quero andar de bicicleta, tomar caipirinha todo domingo na barraquinha brasileira na frente do rio Meno, engatar projetos novos, andar na rua às 22h e ainda ver o sol brilhar e fazer o nosso (meu e do Stefan) tour de bicicleta anual.

Será que isso tudo é possível até o final de agosto, início de setembro?!

Primeiro churrasco no parque do ano!


Como diz o Stefan quando a gente passeia "amor voce está sentindo o cheiro de verao que está no ar? Voce tá sentindo como o ar está diferente?". Porque aqui dá pra sentir essa diferenca, sim!

Um beijo pra todos com gostinho de verao!

1 de jun de 2010

Hobby número um!

Ontem estava eu em casa, preparando o post de hoje (que era de ontem) quando...

…o celular toca:

Chefa: “Karla aqui é Conny, onde voce está?”
Eu: “Como assim, onde eu estou?! Eu to em casa!“
Chefa: „Mas sao 16:10h! E voce deveria estar trabalhando hoje de 16 às 21h“
Eu: „Nao é possível!!! Mas eu anotei todo o plano de trabalho mensal e eu só trabalharia essa semana na quarta, na sexta e no sábado!“
Chefa: „Nao! Nós mudamos o plano semana passada, voce nao viu? Ai Karla aqui na loja tá uma loucura. Voce nao pode vir, nao?”


E lá eu fui…. feliz da vida…

E eis o post de ontem, hoje pra voces:

Depois de um final de semana corrido, pelo menos a minha semana comecou bem.

Hoje eu tinha na verdade duas aulas. Na primeira aula, eu apresentei o meu projeto de conclusao de curso. É até difícil de acreditar, mas em 1 ano eu estarei me formando aqui na Alemanha. O tempo passa realmente voando!! Um dia escreverei pra voces sobre como está sendo pra mim estudar por aqui e vou contar também um pouco sobre o meu projeto de conclusao de curso. Mas hoje nao! =)

Aí quando terminou a minha primeira aula eu decidi nao ir pra segunda. Desde ontem eu estava com umas idéias na cabeca de coisas que "tinha" que comprar pro ape novo e eu nao aguentei esperar até às 14h pra ir às compras, eu tive que ir logo ao meio dia.

Eu confesso que nos últimos tempos eu tenho tido tanta coisa pra fazer que eu daria tudo, mas tudo, pra ser por uns 2 meses só dona de casa. Se a minha mae ler isso, ela nao vai acreditar, porque a Karla de 3 anos atrás nao parava em casa por nada, vivia batendo perna, gostava de sair quando tivesse oportunidade e nao era fa de uma vidinha pacata.

Mas eu confesso!!! Estou virando uma verdadeira "dona do lar". Positivo ou nao, eu só sei que com o passar do tempo cuidar da minha vida pessoal, da minha casa, das minhas coisas tem sido muito importante pra mim. É como se fosse uma nova fase de descobrimento onde eu fico colocando minha cabeca pra funcionar e inventar novos hobbies, novas paixoes e novas coisas que me facam feliz. Alguém já passou por isso? Com certeza, nao!?

Hoje vou apresentar pra voces um dos meus Hobbies.

Cozinhar pra mim foi sempre algo divertido. No Brasil desde pequena eu era a responsável pelas sobremesas da casa e assim eu sempre preparei o famoso "bolo de sábado" e algo mais diferente pra sobremesa do domingo. Nunca vou esquecer da minha vozinha linda falando "filha voce nao quer fazer um bolinho pro nosso final de semana?". E foi com a minha Vó que eu aprendi muita coisa. Meu pai também cozinha muito bem e mesmo a gente sempre tendo morado longe um do outro, ele também contrubuiu muito pra esse hobby.

Chegando na Alemanha eu tive um contato enorme com comidas e receitas de todos os lugares do mundo. Na minha primeira família anfitria, o pai era quem cozinhava. Ele era daqueles que todos os dias fazia algo diferente e denominava suas comidas como "Fusion Food", uma fusao de infredientes e receitas de todos os lugares que ficavam muito deliciosas.

Na minha segunda família, diferente da primeira, era eu quem era responsável pelo jantar. Como eles chegavam tarde e cansados do trabalho, eu comprava os ingredientes e sempre tentava fazer algo novo pra eles. Eu me sentia bem em saber que depois de um longo e estressante dia de trabalho, eles estava felizes por chegar em casa e ter algo legal pra comer. E foi lá que eu comecei a colocar em prática o meu gosto pela cozinha.

Depois que conheci o Stefan comecamos a cozinhar sempre juntos nos finais de semana e desde que moramos juntos (quase 2 anos) pude entao finalmente ter o meu espaco pra fazer as coisas, o que eu nunca tinha tido antes. Com isso comecei a comprar diversos temperos, iniciei a minha colecao de livros do Jamie Oliver e por ultimo, plantei aqui em casa um monte de ervas frescas pra usar nas receitas, como voces já viram aqui.

Só que eu sou uma pessoa muito metódica e gosto de cozinhar com receitas. Nao sou do tipo super criativa que inventa mil coisas e faz experimentos. Eu prefiro a certeza, ou a quase certeza, hahahaha.

Aí com tantas receitas experimentadas, a quantidade de temperos foi aumentando casa vez mais e eu estava há alguns dias infeliz com os meus vidrinhos de temperos. Eu os tinha comprado há menos de 1 ano, mas queria algo mais bonitinho e diferente. Eles eram assim:

Aí eu pensei que queria uma cozinha com um ar meio de profissional e pensei entao em invetar um cantinho onde meus temperos ficassem assim:


Obviamente nao sou louca e nao ia lotar minha cozinha com algo do tipo, mas é só pra dar um exemplo, até porque nao achei fotos melhores. Mas como o importante é ver o lado prático da coisa, pensei logo que essas tijelinhas dao um trabalho enorme, entra poeira e o sabor dos temperos com o sol e ar, é perdido.

Até que o Stefan foi numa loja aqui chamada „Nanu Nana“ e me trouxe um vidrinho que adorei e fui hoje comprar mais 14 deles (cada um custa só 0,75€!). E agora os temperos estao nesses vidrinhos:


Por enquando eles ficaram assim como mostra a foto, até que eu e o Stefan tenhamos tempo pra colocar algumas idéias em prática. Ou vou comprar uma prateleirinha de metal da India da mesma loja onde compramos a mesa de jantar:


Ou o Stefan vai fazer umas prateleiras de madeira, mais ou menos assim:


O que voces acham?



PS: estou indo hoje a noite ver Sex and the city II, ahhhhhh!