29 de mar de 2010

Cultura...

Cultura foi sempre uma coisa que me fascinou muito. Nosso Brasil é um país "multikulti" (como dizem os alemaes...) onde existe a incrível mistura entre índios, portugueses, negros, italianos, alemaes, japoneses, árabes e tantos outros em um povo só.

Mas a mistura no Brasil é algo centenário, antigo e apesar de nos depararmos todos os dias com essa mistura, ninguém pensa muito sobre isso, porque a miscigenacao nao é mais novidade. Antigamente existia a migracao "norte-sul", que na verdade é a migracao de pessoas de países desenvolvidos, para os em desenvolvimento. Hoje em dia a migracao é "sul-norte", onde as pessoas de países em desenvolvimento saem em busca de outras chances de vida nos países de primeiro mundo.

Eu to falando tudo isso, porque uma coisa que me fascina aqui na Europa é a chance de conhecer tanta gente de todos os lugares do mundo. Voce vai a uma festa e tem a chance de conhecer gente da Itália, da Romenia, da Rússia, da Suécia. Eu acho isso incrível!!

E na Universidade tenho uma amiga da Rússia. O que nós brasileiros sabemos sobre a Rússia a nao ser que era a antiga URSS, que lá é frio e pra quem nao faltou as aulas de geografia, conhece até as palavras "glasnost" e "perestroika". No máximo!!!

Aqui na Alemanha tem muitos russos e também muitos estereótipos sobre eles. Existem os que falam mal dos russos, mas também existem aqueles (os homens...) que passam a vida inteira a procura de uma russa pra casar.

Eu nao vou falar aqui sobre os costumes e tradicoes desse povo, mas sobre certos "jeitos" de ser. Os russos sao pessoas que se vestem de uma forma muito única. As mulheres com casacos de pele, plumas, botas de saltos altos. Os homens muitas vezes de branco, com sapatos de bico fino.

Sao com certeza modos de vestir que procuram ir de encontro à uma história ainda fresca, de um povo que através do socialismo tinha poucas opcoes de se vestir. Eram 2 ou 3 tipos de roupas em no máximo 2 cores, que todos tinham que vestir. Igualdade era o lema. Nao existia outra opcao.

Com a chegada de um novo sistema, os russos adotaram o que pra eles significava o ocidente, o novo, a mudanca: luxo e glamour.

No início desse ano a minha amiga que foi visitar a família na Russia, voltou e me troxe chocolates. Eu fiquei fascinada. A embalagem desses chocolates representavam exatamente esse estilo russo. Embalagens luxuosas, com muitos tons de dourado, com bonequinhas impressas nas embalagens.

Pode ser até pensamento de uma louca futura antropóloga cultural. Mas nao é incrível perceber as diferencas entre as culturas e o quanto elas influenciam inclusive os produtos que estao pra vender no supermercado?

E aqui pra voces, as fotos dos chocolates que eu ganhei de presente:


E pra quem nao tá por aqui, uns exemplos da moda inspirada na moda russa:

23 de mar de 2010

A procura...

Acho que em qualquer lugar do mundo a procura de um novo lugar pra morar é estressante e deliciosa ao mesmo tempo.

Desde o dia 01 de novembro de 2008 eu e o Stefan estamos morando no apartamento que a gente está até hoje. O ape é uma gracinha, bem dividido e é assim: banheiro, sala-cozinha, quarto e um corredorzinho bem pequeno. Nos países onde se faz frio esse corredor é importantíssimo! É onde se tiram os casacos, os sapatos e mais importante de tudo: o corredor impede que o frio de fora entre direto na sala, por exemplo.

Enfim, esse ape atual apesar de ser uma gracinha, é pequeno: só tem 38 m2!!!

Nao é um martírio morar aqui, mas sabe quando voce quer fazer isso e aquilo e nao tem espaco? Voce compra uma panela a mais e nao sabe onde pode colocar, voce compra roupa de cama e nao sabe onde colocar e as vasilhas de plástico toda vez que voce precisa, estao escondidas numa caixa plástica embaixo do sofá porque nao cabem nos poucos armários da cozinha. Sabem essa sensacao?

Pois é! E foi por isso que iniciamos a desgastante procura de um novo ape. O primeiro ítem era: a cozinha tem que ser separada da sala!!! Porque eu adoro cozinhar e ninguém merece a casa inteira cheirar a comida, né? Segundo ítem: no mínimo 55m2. Terceiro: tem que ter um espaco no porao pra guardar a tralha!!! Sim, porque eu tenho um namorado que ama andar de bicicleta, ama acampar, entre outros e essas coisas nao podem ficar dentro de casa...

Em Frankfurt voce vai visitar um apartamento e dá de cara com 20 pessoas lá dentro desesperadas pra serem escolhidas pelo atual morador. Esse nem olha pra sua cara, pede pra escrever num papel o seu nome, onde trabalha e quanto ganha. Já era!!! No centro financeiro da Europa onde só tem bancário, é difícil concorrer com eles.

Fora que aqui no Velho Mundo tudo (ou quase tudo...) é antigo.... Semana passada fomos ver um apartamento que a cozinha era com azulejos no chao e na parede MARRONS e o banheiro todinho VERDE MUSGO. Maravilha!!! Como que algo assim podia ser bacana nos anos 50?!

A boa notícia é que ontem encontramos o nosso apartamento!!! Fica no bairro que a gente tanto queria (Bornheim), tem 65m2 divididos em corredor, sala, 2 quartos, cozinha e banheiro. E tem espaco tanto no porao quanto no sótao pra guardar as coisas e jardim com espcao pra fazer churrasco.

Como nem tudo nao sao flores na vida, o ape fica no 5o andar sem elevador. É a vida....

A mudanca ainda nao faco idéia de quando irá acontecer, mas provavelmente entre meio de abril e início de maio. Eu e o Stefan mal conseguimos dormir ontem planejando toda a decoracao! Mais novidades vou postando aos poucos.

O melhor seria fechar os olhos e "PLIM", todos os móveis estao no 5o andar. Aiiiii, nao quero nem ver como vai ser isso!!!

18 de mar de 2010

Quem é vivo....

...sempre aparece!

Passei mais de um mes longe da blogosfera, mas quem leu o último post, sabe que foi por um excelente motivo: a vinda do meu pai pra Alemanha!

Ao todo, foram 4 semanas que nós passamos juntos aqui pelo Velho Mundo.

Antes eu sempre ficava imaginando o quao importante seria pra mim, receber alguém da minha família no país que eu to vivendo. Por mais que voce fale no telefone, troque e-mails e mande fotos pra sua família, nenhuma descricao será jamais capaz de fazer com que realmente o outro lado da linha entenda o que voce vive por aqui. Afinal, experiencia é algo prático e jamais teórico. É preciso viver, pra saber como é que é.

Por esses motivos, a visita do meu pai significou muito pra mim. Eu pude nao só mostrar pra ele como é que eu vivo aqui e meu cantinho, mas também mostrar que interessante é conhecer uma nova cultura, comer comidas novas, ver pessoas diferentes, sentir na pele como é querer se comunicar e nao ser entendido.

Eu tenho certeza que a experiencia dele aqui, nao foi só importante pra ele conhecer o meu "segundo mundo", mas também pra ele engrandecer como pessoa. Após somente quatro semanas na Alemanha, os planos pros próximos meses da vida dele no Brasil, mudaram. Agora ele quer aprender ingles e vir mais vezes me visitar, colocando o ingles dele em prática.

E mesmo sem poder se comunicar, meu pai soube mostrar como o nosse Brasil é maravilhoso e acolhedor. No final das contas, nao só os planos dele pro futuro foram mudados, mas os pais do Stefan estao agendando uma viagem de 3 semanas pro Brasil no ano que vem. Que coisa!!!

Meu paizinho deixou muitas saudades por aqui, muita vontade de viver tudo de novo e muita vontade que a minha próxima viagem pro Brasil chegue logo!

Te amo, pai!!! E obrigada por tudo!!

P.S.: Aos poucos, vou contando alguns episódios da viagem e postando fotos.