25 de mai de 2010

Visita

Receber visita é sempre uma coisa que faz qualquer bom anfitriao usar a criatividade. No Brasil, pelo fato de eu morar com meus pais, fazer jantarzinhos e "festinhas" em casa era meio difícil. Agora que eu tenho meu cantinho junto com o Stefan, tudo fica mais fácil e pelo menos uma vez na semana ou tem amigos aqui em casa ou nós estamos na casa de amigos. Aí é sempre aquela preparacao ou pra comprar algo legal pra agradecer os amigos pelo convite ou pra fazer o cardápio quando a reuniao é em casa.

Essa semana foi a vez dos pais do Stefan virem nos visitar. Estamos no ape novo há 1,5 meses e eles estavam vindo pela primeira vez pra cá e vinham pra dormir, já que hospedar alguém no ape antigo era possível, mas apertado.

Aí comecamos os preparativos na sexta. Nós fomos no Metro, uma espécie de Makro daqui e compramos sal grosso (baratíssimo, 5kg custou 3€!), uns snacks, queijo parmesao, sardinhas frescas, lula fresca. Mas nao parou por aí! A nossa mais orgulhosa compra foi o pedaco inteiro do contra-filet BRASILEIRO, lindo e delicioso. A gente quase morreu no caixa quando vimos o preco total, mas isso nao importa, hahahaha.

No sábado foi dia de limpeza da casa. O Stefan tinha que trabalhar e eu também, mas eu só às 17h, entao tive bastante tempo. E aspira, e tira o pó, e passa pano. Enfim....
Aí no domingo de manha os pais dele chegaram com o cachorro e em 5 minutos já estava tudo muito pior do que antes mesmo de eu limpar. A Kimba tem o pelo preto e a cada passo, caía um mundo de pelos pela casa inteira. Paciencia... Visita é visita e ainda mais dos sogros, hahahaha.

Aí passeamos pelo bairro onde a gente mora que é bem bonito e uns 5km de caminhada depois, voltamos pra casa. De noite comecamos a preparar o jantar. Nós fizemos as sardinhas, a lula e camaroes em uma chapa japonesa chamada Teppan Yaki. De acompanhamento servimos batatinhas assadas com azeite e alecrim e beringela frita com alho, sal e pimenta. Tudo muito fácil de fazer e gostoso.

Aí a mae do Stefan trouxe uns presentinhos fofos!!! Flores, uma caixinha de costura pra mim e tres vasinhos com ervas. Ela nem me conhece, né?! hahahaha

Aí como segunda aqui era feriado, fomos passear pelo bairro de Sachsenhausen em Frankfurt. Essa regiao também é super bonita e tem diversas casas onde se vende o famoso "Apfelwein", o vinho de maca que é uma bebida exclusiva de Frankfurt. Depois de uns copos de vinho voltamos pra casa e preparamos contra-filet no sal grosso e salpicao. O salpicao foi um sucesso só e tive até que traduzir a receita pra mae do Stefan. Eu usei essa receita aqui. O nome é Salpicao da Sogra, mas no meu caso é da Nora :P


E foi assim que foi o meu final de semana passado! Depois de uma semana sem tempo pra nada, com apresentacao de trabalho na Universidade e entrega do projeto de conclusao de curso, trabalho sem fim na loja, esse final de semana prolongado e com MUITO SOL foi mais que bem-vindo! Tava tao quente que até os pais do Stefan tavam usando Havaianas, dá pra ver?
Pra muitos a semana já comecou ontem, mas pra mim comecou só hoje, entao desejo uma boa semana pra todos!

18 de mai de 2010

Tegan and Sara

No domingo fomos eu e o Stefan jantar na casa de uma amiga minha, a Nicole. Ela é alema, adora o Brasil, aprende portugues, é casada com um americano que cozinha muito bem e eles tem um bebe de 8 meses lindo!

Pra melhorar ainda a noite, voltando pra casa me deparei com um poster dos shows que vao acontecer aqui em Frankfurt, no Mousonturm, um local perto de casa, onde tem muitas bandas alternativas tocando.

Aí ví que no dia 21.06 Tegan and Sara vao fazer um show lá. Eu fiquei impressionada porque eu escuto as músicas delas há uns 4 anos já e nunca conheci alguém que também as conhecesse.

Resultado: acabei de comprar meu ticket e o do Stefan, e to esperando a Nicole confirmar a presenca dela, porque só tem 6 lugares vagos.

Eu to feliz da vida, o Stefan tá com certeza boiando, mas vai e está feliz porque vai. Ele é fa de música eletronica.... Nem todo mundo é perfeito, fazer o que?! (brincadeira, mein Schatz!)

E pra voces, um pouquinho de Tegan and Sara:

11 de mai de 2010

Aquilo que transforma um dia normal em chocante...

Ontem foi pra mim um dia rotineiro, ou pelo menos parecia ser. Eu acordei, tomei café da manha com o Stefan, tomei meu banho e fui pra Universidade. Tive aula de 10 às 14 horas, voltei pra casa e fiz um spaghetti pra almocar. Troquei de roupa, me maquiei e fui pro trabalho.

O dia no trabalho foi super tranquilo. Pra quem nao sabe, eu trabalho no centro de Frankfurt, numa loja conhecida em muitos lugares, a Esprit. Eu e minhas colegas de trabalho estávamos felizes da vida, porque estávamos saindo do trabalho às 20:30h e estava ainda tao, mas tao claro, que parecia dia.

A claridade da noite é definitivamente uma das melhores coisas da primavera e do verao na Europa. Voce chega tarde em casa e está claro, o que te dá mais energia e a sensacao de que ainda pode aproveitar muito o dia.

Mas algo tornou meu dia ontem terrivelmente estranho. Estavam lá eu e as minha amigas saindo do trabalho e discutindo sobre as maravilhas que a primavera proporciona e dois passos depois de sair da loja, nos deparamos com um cadáver atirado na rua.

A imagem foi feia. A imagem foi inesquecível. A área já estava toda fechada pros policias fazerem a análise do caso. O cadáver tava coberto com um tecido branco, mas alguns detalhes fizeram a gente tentar entender o que estava acontecendo. Uma sandália de salto alto, cabelos grisalhos e muita pena espalhada pelo chao. Era uma mulher, uma senhora. As penas nos fizeram pensar que a senhora estava com um casaco de penas e que ela deve ter sido esfaqueada.

A Alemanha é um país onde cada um vive sua vida. Eram poucos os que observavam a cena terrível e ninguém comentava sobre nada. Ninguém sabia de nada. Nós que estávamos na loja alí do lado, nao tínhamos ouvido gritaria nenhuma.

E ontem, cheguei do trabalho chocada. Nos rádios e jornais online nenhuma notícia. Hoje também nao. Aqui o acesso à informacao nao é como no Brasil. Aqui informacao só é informacao se ela for apurada e correta. Nao existem "talvez" ou "acredita-se que". Aqui ou é ou nao é!

E no palco da história foi impossível nao fazer uma comparacao de como se desenvolveria uma história dessas no Brasil. Provavelmente em tres minutos, nós que estávamos por alí já teríamos ouvido tres versoes que explicavam a história. E logo depois as tres versoes, se nao mais, estariam também no jornal, na TV e no rádio. Um jornalismo muito diferente, resultado de uma cultura muito diferente. E eu nao vou usar adjetivos pra isso. Cultura é cultura.

O choque que tive nao foi simplesmente de ter visto um cadáver na rua. O choque foi de ter quebrado uma barreira que há 3 anos estava fixa. A de um local onde a violencia obviamente existe, mas está pouco perceptível na rotina dos habitantes.

E foi assim que eu, depois de tres anos em solo alemao, ví minha primeira vítima de violencia morando na cidade que segundo as estatísticas, é a mais perigosa da Alemanha.

5 de mai de 2010

Livre!

Hoje é o dia em que o técnico da empresa de telefone e internet vem aqui em casa pra instalar tudo. Agora a internet chegou de vez e junto com o telefone.

Já que eles podiam vir entre 8 e 16h, tirei o dia de hoje livreeeee!

Tudo bem que tenho que ler 2 textos grandinhos e às 18h ainda tenho um Colóquio sobre Gender Studies na faculdade, mas enfim, eu tenho hoje LIVRE.

Só pra quem estuda, trabalha e é dona de casa ao mesmo tempo sabe o tamanho da felicidade. E como agora temos até que bastante espaco no novo apartamento, resolvi liberar meus bebes e deixá-los livres pela casa.

Os meus bebes, sao os meus coelhos, pra quem nao sabe, hahahaha. Eles estavam há 3 semanas só na gaiola, porque o escritório estava cheio de caixas e eles roem tudo, entao nao tive como deixá-los antes livres.

Aí comprei no Ikea um túnel pra animais de estimacao e deem uma olhada que fofura:

Um bom dia pra todos!